Draw everywhere, and all the time. An artist is a sketchbook with a person attached.
Irwin Greenberg





2006-01-09

Do quotidiano # 7

Nos meus passeios pela Lisboa de que gosto estive no Jardim das Amoreiras, um lugar perdido na cidade com cheiros antigos e onde se respira um vago ar de província. Os candeeiros, iguais a tantos na cidade, ali parecem ressurgir dos arcos e dos verdes.

Strolling around Lisbon in a quiet place I have done this quick sketch of a common street lamp. I have used only color pencils.





8 comentários:

M disse...

Que sorte a de um candeeiro poder ser assim levado para dentro de casa...

TR disse...

em primeiro lugar, acho o comentário anterior de m lindíssimo. Adorava tê-lo feito! de resto gosto tanto do jardim das Amoreiras que adorava viver algures por lá.

hfm disse...

Eu tb - é um local mítico.

Laurent Peters disse...

Simple and nice. You take the time to sketch and you sketch in public. New year starts good!

marcia cardeal disse...

Que bonito, Helena! Você conhece meu outro blog de imagens?
http://codigodeberros.blogspot.com

T. disse...

Eu, que levo a vida de nariz no ar, olhando os belos candeeiros da nossa terra, posso, agora, descansar o pescoço :-)

David Ponte disse...

Genial, Helena.

João Villalobos disse...

Bem, isto é ser multifcetada. Venho de ser apresentado à poetisa e agora dou com a desenhadora/pintora :) Parabéns redobrados