Draw everywhere, and all the time. An artist is a sketchbook with a person attached.
Irwin Greenberg





2016-08-23

Manchester






Dois desenhos feitos no dia e meio em que ficámos em Manchester depois do Simpósio.

2016-08-22

Manchester






Último dia do Simpósio, ao fim da tarde no Benzie Building, apanhando os muitos modelos que me rodeavam.

2016-08-19

Manchester - Actividade





Uma das muitas actividades que corriam em simultâneo com os workshops e as palestras.

 Esta não podia ter perdido, o Vicente Sardinha e o Nelson Paciência tinham preparado uma actividade cujo nome despertou logo o meu interesse - Draw if you're sober-, além disso havia que apoiar os "portugas" não era que fosse preciso pois o pub, relativamente pequeno, rebentava pelas costuras e havia muita gente cá fora fazendo os exercícios adaptados ao exterior.

 O tempo era pouco e fui indicando o que fiz no 1º, 2º e 3º exercícios.

 Como estávamos no fim? Para isso era preciso lá estar! Posso apenas dizer que havia resultados fantásticos e os outros estavam mesmo divertidos.

Se fosse nos Jogos Olímpicos teriam ganho uma medalha.

2016-08-18

Quinta das Conchas




A Quinta das Conchas já andava a irritar-se de eu só publicar sketches de Manchester e não descansou enquanto não a desenhei.

Sentei-me junto ao Colégio de São Tomás e registei-a de outro angulo.

2016-08-17

Manchester - 4º e último workshop - Suhita Shirodkar - People & Places, Life in Contrast





Um dinâmico workshop de que muito gostei. Belíssimas explicações e as múltiplas actividades muito bem estruturadas. Andávamos quase sempre em movimento e o nosso olhar quase que ia "endoidando" tal a vontade que tínhamos de desenhar tentando seguir o que era pedido e sem preocupação do produto final. Sentia-se que o grupo estava contente. Cansado mas contente.
Obrigada Suhita.

2016-08-16

Manchester - 3º workshop - Swasky - Bending the floor






Creio que não me deveria ter inscrito para este workshop, demasiado difícil para os meus conhecimentos. No entanto gostei de o ter feito mas creio que não irei utilizar este método que é difícil e que não me conseguiu desafiar.
Isto nada tem a ver com o Swasky pessoa de quem muito gostei e com quem tive uma boa conversa na parte final quando dei por terminado o meu trabalho apesar de ainda ter tempo para fazer mais desenhos.
Achei que, pelo menos ao princípio foi difícil para todos, mesmo para os "pesos pesados" e que até houve quem para tornear a dificuldade tivesse quebrado uma regra dos urban sketchers - desenhar em cadernos e não em folhas soltas para depois construir como que um puzzle de acordo com o que era pedido. Parece-me que não seria a melhor opção, sobretudo, vinda dum "peso pesado", ou seria o peso do medo de falhar? Dava pano para mangas esta discussão.
Gostei de ver a Rosário a, como de costume, atirar-se ao desenho, em caderno, sem medos e com vontade de aprender, os seus desenhos são disso exemplo.

2016-08-15

Manchester - 2º workshop - Don Low






2º workshop - Don Low. "Decisive line in drawing figures in motion & repose."

Talvez o workshop onde aprendi mais, fiz imensos desenhos aproveitando as dicas sem pensar no resultado final mas sim na aprendizagem. O desenho cego abundou.

Obrigada Don Low.

2016-08-14

Manchester - workshop com a Liz Steel.






Primeiro workshop com a Liz Steel.

 Muito bom, como já esperava, o que não esperava era e chuva intensa e nós no meio da rua, o que é certo é que ninguém arredou pé.

 O primeiro exercício foi muito rápido só para aquecimento. Publico os outros dois feitos debaixo de chuva.

 A vitalidade e a alegria da Liz contagiou toda a gente.

2016-08-12

Manchester





O último sketch feito no caderno acordeon. Sentada na praça que antecede a catedral tentando apanhar uma panorâmica. A viajante teve honras de exibição.

2016-08-11

Manchester - ainda o caderno acordeon




Ainda do meu sketchbook acordeon que está quase a terminar. Hoje vão dois dias.

 O primeiro um apontamento do jardim de All Saints Garden junto à Faculdade e onde nos encontrávamos para os workshops e onde fizémos a fotografia final.

 O outro foi feito no domingo, já por nossa conta, e logo de manhazinha passámos por este pub e não perdemos a oportunidade de o desenhar.

2016-08-10

3º dia do Simpósio





Na abertura do Simpósio. Simone e Elizabeth no palco. Feito ainda no meu sketchbook acordéon apenas com aquilo de que gosto ou que o meu olhar capta.

2016-08-09

Manchester - ainda no 2ºdia.





Desenho feito ainda no meu caderno em acordéon. Enquanto esperava pela recepção na Câmara.

2016-08-08

2ª dia em Manchester - parte da tarde




Ainda do caderno em acordeon, um sketch feito junto ao Town Hall junto ao qual estava a decorrer o festival de jazz e enquanto esperávamos pela hora da recepção que os urbans tiveram na Câmara. Foi um momento de descanso e de observação. Uma parte da tarde relaxada e onde nos divertimos a ver aquela mole humana.

2016-08-07

2º dia em Manchester




Segundo dia em Manchester. No caderno tipo acordeon onde só fiz o que me captou o olhar e o tempo permitiu. O caderno dos Workshops e outras actividades é outro.
Primeira paragem, bem perto do hotel, para desenharmos o topo do edifício onde fica situado o Palace Hotel. Manhã livre já que só à tarde se iam realizar as inscrições e mais algumas actividades.
 

2016-08-05

1º dia em Manchester





Chegámos ao fim da tarde e depois de nos registarmos no hotel saimos para fazer o reconhecimento do local. Estávamos mesmo no início de Oxford Street perto de quase tudo. De seguida fomos jantar ao Paramount, um mix de várias épocas e estilos. Na diagonal do Paramount ainda existe e edifício que foi o primeiro cinema de Manchester. Combinámos ir desenhá lo, eu apenas queria desenhar o lettering com o nome mas, hoje por isto , amanhã por aquilo, fomos sempre adiando e no último dia quando por lá passamos chovia... ficou gravado apenas na nossa memória.