Draw everywhere, and all the time. An artist is a sketchbook with a person attached.
Irwin Greenberg





2016-06-29

Do caderno dos Açores



 


Os Caminhos do Chá, exposição patente no Núcleo de Arte Sacra de Ponta Delgada.
Tive o privilégio de ter a Sofia Botelho a fazer-nos uma visita guiada.
Gostei tanto que no dia seguinte voltei para desenhar. Só tinha uma parte da manhã e por isso só consegui fazer estes dois desenhos, sendo que o primeiro me levou muito tempo, tal o intrincado da raiz.

2016-06-28

Do caderno dos Açores



Ponta Delgada - a ermida de S. Gonçalo.

No dia em que mesmo a chegar à ermida um carro parou na minha frente - era o Paulo Brilhante que estava a passar por ali e que resolveu ir desenhar comigo a ermida. Um encontro inesperado mas que deu dois desenhos e um bom "papo".

2016-06-27

 


A árvore que domina tudo à sua volta.

2016-06-26

Caderno dos Açores




 

Apesar do muito vento e da chuva que ameaçava, foi um belo dia passado em S. Roque e seguindo depois a pé até à Praia do Populo, a mais pequena, onde almocei.

No final do almoço o segundo desenho ganhou história pois fui abordada por um senhor que, pela pronuncia, me pareceu um emigrante das Américas. Veio dizer-me que tinha seguido a feitura do desenho que estava lindo (palavras dele) mas sobretudo o que o espantava era a rapidez em que o tinha feito. E insistia muito nesta tecla. Achei graça a referir-se a esse facto pois realmente foi mesmo um desenho rápido.

A história está na página do lado num pequeno recorte dum folheto de Ponta Delgada sobre as actividades a decorrer.

Gosto destes desenhos com história.
 

2016-06-25

Do caderno dos Açores



 


Gruta do Carvão - Ponta Delgada.
O que consegui fazer durante uma visita guiada, claro que, em casa, teve retoques.
 
A revisitar.

2016-06-24

Jardim da Parada



Feito antes do início do encontro do Campo Vivo.

2016-06-23

Do caderno dos Açores




Parte do lago do Palácio de Sant'Ana num dia em que ameaçava chuva.
 
 
 
Sentada na Tabacaria Açoreana aproveitando o sol (tímido) e desenhando. Depois aproveitei a mesma folha para desenhar a Torre da Igreja do Santo Cristo e seguindo foi até à marina desenhar aquele intrincado dos veleiros e a linha que define a Serra de Àgua de Pau. Segui para a Matriz onde desenhei um janeluco.

2016-06-21

Ericeira

 


Um dia de sol magnífico mas ventoso, caso contrário não estariamos na Ericeira.

2016-06-19

Campo Vivo




 

 


Desenhos feitos ontem em Campo de Ourique sob orientação da Rosário Félix. Andámos a desenhar os muitos e belíssimos azulejos que habitam aquele bairro. Infelizmente tivemos pouco tempo mas valeu a pena e ficou o bichinho para lá voltar.

2016-06-17

Caderno dos Açores



 

Do caderno dos Açores.

1º sketch da varanda de casa sobre a Mãe de Deus num dia bem acinzentado.

2º sketch na Biblioteca Municipal, de que tanto gosto, uma exposição que não poderia perder - Nós, os do Orpheu. É uma exposição itinerante e muito bem conseguida e, ali, exposta de uma forma muito digna e coerente.

Fiquei horas a ler e a transcrever. É uma época da nossa história literária de que muito gosto e de que tenho alguns conhecimentos. Levei toda a manhã por lá e, só não voltei, porque havia outras coisas a fazer. Sei que não é um Urban Sketcher em alguns pontos mas o registo que fica no meu caderno é, para mim, importantíssimo.

2016-06-16



 
Já em Lisboa de novo. Passeio matinal nas Conchas e, desta vez, para queimar calorias que as asneiras dietéticas foram grandes.

Desenhei em traços rápidos a árvore que ameaça desaparecer em breve e que parece em bem melhor estado do que na realidade está.

Depois apanhei um ramito e desenhei-o também.
...
Amanhã continuarei com o caderno dos Açores.

2016-06-15

Santa Maria Açores



 

 

Os últimos de Santa Maria.

2016-06-07

16º Encontro dos sketchers de Ponta Delgada





Duas fotos do encontro de sketchers açoreanos no Jardim António Borges.

 O primeiro a minha dupla página do encontro e que tem os carimbos que fiz em Lisboa com o contorno da ilha de S. Miguel e o outro com uma árvore e que os participantes usaram no final.

 O segundo a folha que a Alexandra Baptista fez durante o encontro e que me ofereceu, coloquei-a no meu sketchbook. É bonita a amizade.